sexta-feira, 30 de julho de 2010

Brasil registra 645 mil plásticas em um ano

Mulheres são 82% dos operados; lipoaspiração é a mais procurada pelos dois gêneros Mulheres são 82% dos operados; lipoaspiração é a mais procurada pelos dois gêneros


A cada minuto, em média uma pessoa se submete a uma cirurgia plástica no Brasil. Em 2009, foram realizados 645.464 procedimentos desse tipo, dos quais apenas 31% tinham finalidade reparadora. As mulheres correspondem a 82% dos pacientes.
O tipo de cirurgia mais procurado por elas foi a lipoaspiração. Os dois tipos do procedimento (isolado e associado a outras cirurgias) correspondem juntos a 29% das plásticas em pacientes do sexo feminino.

Os números foram levantados pelo Ibope em pesquisa encomendada pela coordenação do 11º Simpósio Internacional de Cirurgia Plástica, realizado em março passado, em São Paulo.

Como a maioria das cirurgias - de homens e mulheres - é estética, a maior parte das plásticas é paga pelos próprios pacientes (88%, percentual que inclui aqueles com plano de saúde). Refletindo o poder econômico do Sudeste, 64% das cirurgias são realizadas em hospitais e clínicas dessa região.



Vaidosos

Não são apenas as mulheres que fazem cirurgias para remover o excesso de gorduras. Entre os 119.217 homens que se submeteram a plásticas em 2009, 22% passaram por lipoaspirações.
Em seguida, vêm aqueles preocupados com o rosto. As intervenções nas pálpebras têm 16% da preferência dos "vaidosos", enquanto intervenções na face em geral somam 13%, mesmo percentual de plásticas no nariz.
Volume de silicone triplica em 20 anos



Nem todas as celebridades são a favor da cirurgia ástica

Cindy Crawford tem medo de cirurgias plásticas. No passado, a antiga manequim pôs botox e recorreu a outros tratamentos antienvelhecimento, mas agora os nervos não a deixam repetir a experiência.



«Já experimentei botox, mas isso assusta-me. A cirurgia plástica é realmente assustadora, mas desde que não se use isso para mudar as feições não vejo qualquer problema», revelou à revista Ladies Home Journal.

Aos 44 anos e mãe de dois filhos, Cindy Crawford diz que continua a gostar do seu corpo e até assume as marcas da passagem do tempo, como as rugas e a gordura

fontehttp://www.tvi24.iol.pt/moda-e-social/cindy-crawford-celulite-plasticas-botox-operacoes-sexy/1178965-4061.html

domingo, 25 de julho de 2010

Empresários e executivos buscam a cirurgia plástica para crescer na carreira

Lipoaspiração para fazer mais negócios



João Loes

Anderson Strufaldi perdeu nove centímetros de cintura: “Os empresários bem-sucedidos se cuidam”
No ambiente de trabalho era de se supor que responsabilidade e dedicação imperassem como medidas absolutas de competência. Mas na prática não é isso o que acontece. Boa aparência e formas enxutas contam muito nos negócios – e os homens se deram conta disso. Há dez anos, apenas 5% das plásticas no Brasil eram feitas em homens. Hoje, eles perfazem 30% do total de cirurgias. E a lipoaspiração e a redução das bolsas sob as pálpebras representam 90% das intervenções. “Não temos estatísticas disso, mas, pelo que observo no consultório e pelas conversas com colegas, posso dizer que metade dos homens que buscam a plástica quer melhorar a aparência no ambiente de trabalho”, diz Sebastião Guerra, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.



A lógica é que, sem a barriguinha e a cara de cansado, o sujeito é mais bem recebido no ambiente profissional e faz melhores negócios. Tudo isso sem comprometer o tempo de trabalho em uma academia, que pode não render os resultados desejados.




O empresário Marcelo Breda, 39 anos, retirou sete litros de gordura do abdome. “Me sentia pesado”, diz ele, que recorreu à lipo a laser. “Agora estou ágil e minha confiança aumentou muito. Não tenho dúvida de que minha relação com os clientes melhorou bastante.” Alexandre Senra, cirurgião plástico do Hospital Albert Einstein, é um dos defensores da lipo a laser em casos como o de Breda. “Ela é menos agressiva e requer menos tempo de recuperação pós-operatória”, argumenta. No procedimento, a gordura é derretida antes de ser removida por um duto mais fino que o usado nas lipos clássicas. Detalhes como esses são valorizados pelos executivos brasileiros, que os repassam entre si e, de indicação em indicação, lotam consultórios médicos.



Segundo o cirurgião plástico Wagner Montenegro, são três os tipos de homens que buscam essas intervenções. O primeiro é minoria. Trata-se do senhor bem- sucedido de 55 anos ou mais que depois de ter sucesso profissional resolve cuidar de si para passar de maneira inconteste a imagem de vencedor. O segundo tem entre 45 e 50 anos, está desempregado e opta pela lipoaspiração para oferecer não só experiência, mas um visual disposto e renovado ao novo empregador. E por fim há o grupo que é maioria: os executivos com cerca de 40 anos em franca ascensão profissional e que querem melhorar a aparência para dar impulso à carreira. “Você vai a uma academia e vê que os empresários bem-sucedidos se cuidam”, observa o empresário do ramo de alimentação Anderson Strufaldi, 32 anos. Ele fez uma lipo na região do abdome, que tinha 107 centímetros e hoje está com 98 centímetros. “Sou dono da minha empresa, mas trabalho em um ambiente em que a competição por clientes é grande e a aparência conta muito”, argumenta.
Com sete litros de gordura a menos no abdome, Marcelo Breda entrou no terno que queria
Ele tem razão. Um estudo feito pela Catho, uma empresa de recursos humanos, com seis mil gestores de empresas brasileiras mostrou que 68,6% dos presidentes e diretores e 59,3% dos gerentes e supervisores têm reservas quanto à contratação de quem está acima do peso. A intolerância se manifesta com rigor semelhante no alto escalão das empresas. A justificativa é a de que quem está gordinho está mais sujeito às doenças da obesidade, como hipertensão e diabetes. Mas sabe-se que a questão estética pesa principalmente nas posições de chefia. “Quem ocupa cargos importantes sabe que terá de aparecer em uma entrevista ou uma apresentação e, quando isso acontecer, quer estar com tudo em cima”, diz Senra. “Eles entenderam que, se não tiverem uma aparência boa, os efeitos podem ser negativos até na área profissional.”

http://wlameirajr.blogspot.com/2010/07/lipoaspiracao-para-fazer-mais-negocios.html

Fonte: Revista Isto É



Cada vez mais vaidosos, os homens recorrem às cirurgias plásticas em busca do visual perfeito

Visual repaginado

Por Camila Ribeiro

Os incontáveis tratamentos para a manutenção da jovialidade da pele não são mais de exclusividade do público feminino. De acordo com uma pesquisa feita pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, nos últimos cinco anos subiu de 5% para 30% a porcentagem de pacientes do sexo masculino que se submetem às cirurgias estéticas.
Além da entidade médica, o Ibope revelou que, em 2009, das 650 mil intervenções, 104 mil foram em homens. No ranking dos procedimentos estão a cirurgia de pálpebras, rinoplastia e a lipoaspiração.

Segundo o cirurgião plástico Alan Landecker, uma das motivações é a exigência do próprio mercado de trabalho, que leva em consideração a aparência revigorada. "Esse aumento se deu também devido à popularização da cirurgia plástica, além do refinamento das técnicas. Os homens podem, agora, se submeter a determinados procedimentos sem ficarem com aspecto feminino e sem o receio de resultados muito aparentes. Eles valorizam alterações sutis e naturais", explica o especialista.


A prótese de silicone, lipoaspiração e rinoplastia (nariz) são as mais procuradas pelas mulheres. Todas estas cirurgias - exceto a de aumento mamário - aparecem no ranking do sexo oposto. Os mais jovens, em sua maioria, preferem corrigir alguma disfunção, como no caso de desvio de septo ou orelhas de abano. "A busca por melhorar a funcionalidade do nariz, prejudicada pelo desvio de septo, é uma porta de entrada dos homens no mundo das cirurgias plásticas", afirma.
No ranking do consultório do especialista, a blefaroplastia (cirurgia das pálpebras) fica em terceiro lugar. Ele explica que, após os 40 anos, o homem começa a apresentar bolsas de gordura na região das pálpebras inferiores, deixando-os com aparência mais cansada e, consequentemente, mais velho.

Para os que se animaram com a ideia de se submeter a algum destes procedimentos, o melhor período é agora, pois não há exposição do corpo ao sol e as baixas temperaturas auxiliam na melhora do inchaço pós-operatório, acelerando na recuperação.

Foto: Getty Images.

Por que precisamos ser magros ????

Publicação: 25 de Julho de 2010 às 00:Paulo Coelho - escritor


Fonte http://tribunadonorte.com.br/noticia/dietas-ja/155051

Um dos grandes filósofos brasileiros, Tim Maia, disse certa vez: “resolvi fazer uma dieta rigorosa. Cortei álcool, gorduras e açúcar. Em duas semanas, perdi 14 dias”.

Vivo há 28 anos com uma mulher maravilhosa, que de vez em quando perde sua calma e seu bom-humor porque acha que ganhou uns quilos a mais. Será que não estamos exagerando um pouco? Uma coisa é a obesidade, outra é tentar parar o tempo e a evolução normal do organismo.
O pior de todo é que, a cada momento, surge uma nova maneira de perder peso: comendo calorias, deixando de comer calorias, ingerindo compulsivamente gorduras, evitando gorduras a qualquer preço. Entramos em uma farmácia e somos visualmente invadidos por todo tipo de produto milagroso, prometendo acabar com a vontade de comer, com o tecido adiposo, com a barriga, etc.

Sobrevivemos todos estes milênios porque fomos capazes de comer. E hoje em dia isso parece ter se tornado uma maldição. Por quê? O que nos faz procurar manter aos 40 anos, o mesmo corpo de que tínhamos quando éramos jovens? Será possível parar esta dimensão do tempo?

Claro que não. E por que precisamos ser magros?

Não precisamos. Compramos livros, freqüentamos academias, gastamos uma parte importantíssima de nossa concentração tentando parar o tempo, quando devíamos celebrar o milagre caminhando por este mundo. Ao invés de pensar em como viver melhor ficamos obcecados com o peso.

Esqueçam isso; vocês podem ler todos os livros que quiserem, fazer os exercícios que desejarem, sofrerem todas as punições que decidirem, e terão apenas duas escolhas – ou deixam de viver, ou irão engordar.
Evidente que é preciso comer com moderação, mas é preciso, sobretudo comer com prazer. Jesus Cristo já dizia: “o mal não é o que entra, mas o que sai da boca do homem”.
Outro dia, estava em um restaurante libanês com uma amiga irlandesa, e conversávamos sobre saladas. Com todo respeito pelos vegetarianos e pelos fundamentalistas da alimentação, salada para mim é, sobretudo uma decoração de prato. Não podemos viver sem ela, mas não podemos tampouco considerá-la como o centro de nossas atenções gastronômicas. Os jornais publicam todos os dias histórias de jovens em busca do estrelato na passarela, que terminaram morrendo por causa desta obsessão com o peso.
Lembrem-se que durante milênios lutamos para não passar fome. Quem inventou esta história de que todos precisam ser magros a vida inteira?
Vou responder: os vampiros da alma, que pensam ser possível parar a roda do tempo. Não é possível. Usem a energia e o esforço de uma dieta para alimentarem-se do pão espiritual, e continuem desfrutando (com moderação, insisto mais uma vez) dos prazeres da boa mesa. Ano passado fiz uma série de colunas sobre os pecados capitais, e a gula era um deles. Mas o que é exatamente a gula? Uma obsessão.

Idem para a dieta. E neste momento, os dois extremos se encontram e se tornam nocivos à saúde. Enquanto milhões de pessoas passam fome no mundo inteiro, vemos gente provocando isso porque, em algum momento, alguém decidiu que ser magro é a única opção de juventude e beleza.

Ao invés de queimar artificialmente estas calorias, devemos procurar transformá-las em energia necessária para a luta pelos sonhos; ninguém ficou magro por muito tempo só por causa de uma dieta

sábado, 10 de julho de 2010

Luiza Brunet conta como se prepara para o carnaval e avisa: 'Serei a mais feminina'

15/2/09 - 14h48


Rainha de bateria diz que mulheres estão muito 'masculinizadas', e que não sai da avenida sem ver Luma de Oliveira desfilar
Lorena Vazquez
Do EGO, no Rio


Luiza Brunet mostra força em aula de pilates
-------------------------------------------------------------------------

Luiza Brunet já virou ícone do carnaval, como ela mesmo diz. São 25 anos de avenida, sendo 11 à frente da bateria da Portela e os últimos 13 como rainha dos ritmistas da Imperatriz Leopoldinense - Luiza só não foi rainha em seu primeiro carnaval, quando saiu em um carro alegórico.
Mas é claro que a ex-modelo e empresária faz por merecer pelo posto mais cobiçado da avenida. Além do carisma natural, Luiza trabalha o corpo com aulas de pilates, que deixa suas curvas mais femininas e alongadas, do jeitinho que uma rainha de bateria deve ser. Luiza rejeita a estética coxão e barriga "tanque" em mulheres e acha que vai ser a mais feminina deste carnaval.
Abaixo o corpo masculinizado

Barriga seca, tanque não
"Agora as mulheres estão tão bombadas, tão masculinizadas, que eu acho que vou ser a rainha de bateria mais feminina da avenida. Não é um shape que eu gosto esse das mulheres com coxa grossa. Meu diferencial nesta carnaval será o corpo mais alongado".

"O abdômen tem que estar sequinho, mas não tanquinho. O meu ficou perfeito com o pilates. Estou com a barriga bem marcadinha. Fiz duas cesarianas e achei que ela nunca fosse voltar ao normal".






"Já me sinto um ícone do carnaval. Estou com 46 anos e não penso em parar. Quando a Susana Vieira saiu de rainha de bateria achei show. Se a Hebe Camargo sair também vou achar o máximo. Não tem que ser só um corpinho bonito".
Não sai sem ver a Luma
"A Luma (de Oliveira) tem um 'borogodó'. As pessoas adoram vê-la à frente da bateria. Este carnaval eu não saio da Sapucaí sem vê-la".

Solteirinha
"Estou separada há um ano e meio e meu coração está vazio, vazio, tranqüilo (risos). Este é um momento que tenho que dar atenção aos meu filhos. Levo o Antônio (o caçula, de nove anos) na escola, no parquinho... nunca deleguei responsabilidade para babá".


Seios menores

"Botei prótese nos seios depois que meus dois filhos nasceram, mas quero tirar agora, ou vou diminuir um pouco. Acho que os seios menores ficam mais harmônicos"."Tenho botox, claro, isso veio para ficar".
ROTINA ESPARTANA
Aipim com manteiga
"Não sou de comer doce, e não gosto de chocolate. Sou roceira, adoro aimpim cozido com manteiga e um prato cheio de legumes. Não faço dieta, mas não gosto de fast-food".

Matutina

"Acordo às 6h, tomo café às 7h, almoço às 11h30, levo meu filho na escola e depois vou para o pilates. Às 19h30 já estou jantando".Pilates"Encontrei o exercício que me dá mais prazer e que deixa meu corpo mais harmônico, principalmente na idade em que estou. O pilates trabalha a musculatura de dentro para fora. É diferente de musculação que se você parar o músculo some".
Suando para o carnaval

"Tenho feito aula cinco vezes por semana, por causa do carnaval, mas normalmente faço quatro. Aqui perco de 600 a 800 calorias por hora".

Marcos Serra Lima/Globo.com Luiza Brunet'Botocada'



COMO UMA MULHER PODE RESISTIR A TANTA BELEZA? COMO NÃO SER CULPADA POR UM CORPO NORMAL? NÃO PERFEITO? QUANTO SOFRIMENTO....

COMER, DESEJAR SONHAR


UM DEPOIMENTO DO SITE MISSÃO DE PESO, PARA CONHECERMOS O QUE AS PESSOAS QUE FAZEM REDUÇÃO DE ESTOMAGO ENFRENTAM. PRA REFLETIR. DE SUA OPINIÃO
Sexta-feira, 08 de maio de 2009

Ando com muita vontade de comer

Perto de completar cinco meses de cirurgia, tenho enfrentado uma fase em que a vontade de comer é bem grande. Tenho vontade de sentar na mesa e comer um bom prato de comida. Vontade de ir a um rodízio de pizza ou a uma churrascaria. Tenho vontade de comer um xis com maionese e refrigerante.
Claro que é melhor ter saúde, aumentar o meu amor próprio, autoestima, disposição para as atividades normais, não roncar, não precisar tomar remédios pela manhã e à noite. Mas a danada da vontade fica ali, lembrando o meu cérebro dos sabores e daquela mentirosa sensação de prazer nas antigas noitadas gastronômicas.
Mas não esqueço que em praticamente todas as noites em que saía para jantar, eu comia mais do que devia e dormia como uma jiboia que come um cabrito. Então é assim: de um lado um pensamento de gordo e do outro o meu corpo querendo se tornar magro. Vai vencer aquele a que eu der mais importãncia.
Eu posso garantir que não importa o quanto essa vontade fique ai martelando, porque o que eu quero é ser feliz e, para isso, eu deixei aquela vida velha para trás.
Nesses últimos 140 dias eu descobri como é bom vencer a vontade de comer.

Homens vaidosos e antenados

Homens vaidosos e antenados


Diretamente do BLOG do Milton Jung da CBN
Sinalizando que todos estão ligados na vaidade hoje....
sáb, 10/07/10 por milton.jung
categoria Dora Estevam
tags homem, masculina, moda, vaidade
Por Dora Estevam



Homens, homens… Tanto fizeram que conseguiram. O mercado da beleza para os homens cresce cada vez mais. Nem precisa de dados ou estatísticas para constatar, basta olhar nas prateleiras das lojas e perfumarias. Dê uma espiada, também, na banca de revistas.
Sim, revistas direcionadas para homens. E olha que a concorrência é grande: VMan, a espanhola Tendências, AnOther Man’s, GQ da Rússia, da França … enfim, várias.
A última da francesa GQ traz o editorial com o modelo polonês Jarek Pietka.O tema é Two Faces, sugere um homem multifacetado que vai do casual ao social, sem crise de identidade, com muita classe e elegância.

E os anúncios são bem parecidos com os das mulheres, verdadeiras promessas de beleza; spray para cabelos; produtos essenciais para cuidar da pele, com ênfase na questão limpeza e tratamentos para oleosidade. E não para por ai, tem algumas promoções que eles fazem com parcerias de revistas e empresas nas quais os participantes se inscrevem e concorrem a kits de beleza; de chinelos a bolsinhas plásticas.




Assim como nos blogs femininos, nos masculinos eles também deixam suas impressões. Algo como: “sou apaixonado por editorias de moda”. Tem ainda dicas de produções. E as perguntas seguem: o que acharam dessa roupa, você usaria? Verdadeira inspiração.

E eu não posso esquecer realmente do ícone fashion mais badalado do mundo: Cristiano Ronaldo, jogador português. Modelo do Armani tem exibido suas formas (e que forma … ufa!!!) pelas páginas de revistas e publicidade. Ele cuida muitíssimo do físico e da pele. As sobrancelhas bem desenhadas exibidas em jogo de Copa são outro sinal desta vaidade.

Um dia você chega lá, não desanime, é só ter coragem.
O homem antenado acompanha todos os desfiles de lançamentos pela internet. Os últimos, no cat walk de Milão, mostraram o Verão’11. Tem motivos inspirados em caveiras, tem alfaiataria rasgada, tem estilo andrógino, calça com saia (pra homem). Tem de tudo.
Para os pés, quando o termômetro subir e bater aquele sol forte, nada de chinelão: espadrilhes e sandálias.
Use as dicas e renove a sua vida. Seja versátil como a moda. Eu sei que tudo isso é provocante e desafiador, deixe o subjetivo de lado e use o seu charme para deixar as melhores impressões nesta temporada. As mulheres vão amar.
Dora Estevam é jornalista e escreve sobre moda e estilo no Blog do Mílton Jung, aos sábados

http://colunas.cbn.globoradio.globo.com/miltonjung/2010/07/10/homens-vaidosos-e-antenados-2/moda-masculina-meio/

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Revelação:Ana Hickmann revela ter passado por duas cirurgias plásticas

Ícone de beleza da atual televisão brasileira, Ana Hickmann revela que não é contra procedimentos estéticos para melhorar a aparência e autoestima. Em conversa com O Fuxico, ela revela que já fez duas intervenções cirúrgicas e que apoia a causa, mas sem excessos.
“Sou totalmente a favor se for trazer benefícios, mas sem excessos. Eu já fiz duas cirurgias, a primeira foi aos 18 anos quando coloquei prótese mamária e depois eu troquei e coloquei uma um pouquinho maior.”

Quantos absorventes descartáveis uma mulher usa durante a vida? Confira a opção ecológica




05/07/2010 10:05
Qual é o impacto que eles provocam sobre o meio ambiente? Por que a menstruação é vista como algo incômodo? Questionamentos como estes têm levado muita gente a buscar alternativas para atravessar o momento mais delicado do mês, como o coletor menstrual, um copo de silicone acoplado ao colo do útero manualmente e que pode ser reutilizado. As usuárias brasileiras garantem: os benefícios não são apenas ambientais, mas também físicos e financeiros.
Bastante difundido na Europa, o coletor ainda não é fabricado no Brasil mas começa a ganhar espaço por aqui por meio de revendedoras. Este é o caso da artista plástica Juliana Ventura, 26 anos. Ela, que começou a importar o produto do Reino Unido para uso próprio, hoje recebe encomendas de várias partes do País. "Fico mais confortável, colaboro com o meio ambiente e, a cada ciclo, pratico autoconhecimento. Mesmo as mulheres que começam a usá-lo com o objetivo sustentável resgatam uma ligação mais íntima com a natureza do corpo", acredita.
Além de revender o coletor da Mooncup (uma das marcas mais conhecidas no segmento), Juliana ainda fabrica uma nova versão dos antigos absorventes de pano: os ‘abiosorventes’, que agora vêm bordados, coloridos. "Conheço mulheres que usam apenas o de pano. Eu prefiro só o coletor. A escolha depende da adaptação", diz.

A terapeuta corporal Bárbara Bolzani, 25 anos, usa o coletor há um ano e meio e diz que após um ou dois ciclos o corpo se adapta ao produto. "Sinto-me mais segura do que com o descartável, tanto em relação a vazamentos quanto na questão do conforto", relata.

Para simbolizar o resgate da natureza feminina, Bárbara despeja seu sangue na terra, prática adotada por muitas usuárias do coletor. "Poderia ser no ralo, mas opto por cultuar minhas funções femininas, então jogo no meu vaso de planta preferido", diz ela, que também usa os absorventes de pano. "O importante é ser ecológico", completa.
A artista plástica portuguesa Ana Pomar, 27 anos, conta que encontrou no coletor, há cinco anos, "tudo o que procurava". E indica o produto sem receios. "Não gostava da ideia do absorvente de plástico, com substâncias químicas e cheiro. Com o coletor tenho mais consciência das funções do meu corpo. Queria que todas as minhas amigas usassem também", declara.
Doutora em antropologia social pela Unicamp, Daniela Tonelli Manica explica que o coletor tem relação com o movimento ecofeminista, que traduz a preocupação com o meio ambiente e com o resgate da natureza feminina. "É uma resposta de como o corpo feminino é visto, mas ainda não tem força no Brasil", analisa.
Segundo Daniela, embora o sangue da primeira menstruação (menarca) tenha um simbolismo de passagem para o estágio de fertilidade, os outros ciclos estão associados a conceitos negativos. "Quando nos cortamos as pessoas não sentem nojo, mas o sangue da menstruação causa constrangimento ao ser visto", diz.
Saúde
Sob o ponto de vista médico, o coletor não tem contraindicações conhecidas. O ginecologista José Carlos Sadalla, do Hospital Sírio-Libanês, explica que os poucos estudos relacionados ao produto mostram que ele pode ser mais seguro que o absorvente descartável em relação a vazamentos. "Tudo depende da forma de uso. É uma questão de adaptação em relação ao conforto", diz ele, que acredita que o risco de alergias também é menor. "Sobretudo se comparado a produtos com aromas, que têm mais substâncias químicas".
Sadalla acredita que o coletor menstrual pode não fazer sucesso entre as brasileiras, assim como o diafragma não fez como contraceptivo. "As mulheres aqui ainda têm pudor em tocar a própria região genial, mesmo que seja para aplicar um produto como este", detalha.
Para o ginecologista Claudio Emílio Bonduki, professor do Hospital Universitário da Unifesp, o coletor menstrual é uma ótima alternativa para mulheres alérgicas. "Também é de fácil higiene. Mas, na dúvida de como colocar, por exemplo, é melhor levar ao médico", indica.
Intimidade Ecológica
Um absorvente, que contém plástico em sua composição, um dos piores inimigos do meio ambiente, leva pelo menos 100 anos para se decompor - isso sem contar a embalagem do pacote. E o perigo não para por aí, garante o consultor ambiental Maurício Waldman. "Degradando-se, o material fica invisível, mas não desaparece", afirma.
De acordo com o consultor, a iniciativa das adeptas do coletor e a adoção dos absorventes de pano são atitudes que fariam diferença para o meio ambiente. "As pessoas associam muito o problema ecológico ao lixo doméstico que, na verdade, só corresponde a 2,3% do total produzido no mundo. Os resíduos da fabricação e descarte das embalagens de plástico são muito piores", diz.
Não basta, porém, ser ecológica sete dias por mês e esquecer de outras atitudes importantes. "O mundo está mudando de maneira impactante", analisa.

Aprenda:
- O absorvente ecológico é um copo de silicone usado internamente, como um absorvente, mas que coleta o fluxo em vez de absorvê-lo
- Pode ser usado durante 10 anos
- O material veda a parede vaginal impedindo vazamentos
- O fluxo passa direto para o coletor e não deve provocar odor
- É fabricado no exterior, a marca mais conhecida e importada por aqui é a Mooncup, do Reino Unido. O produto pode ser adquirido por R$ 75 (preço médio)
- Dependendo do fluxo é preciso retirar o coletor a cada 4 ou 8 horas. Em seguida, basta enxaguá-lo e inseri-lo outra vez
- Após o ciclo, lave o produto como se fosse um bico de mamadeira. Aprenda como no site daMooncup
- Há dois tamanhos: A (para quem teve parto normal, cesárea ou tem mais de 30 anos) e B (para quem não engravidou e tem menos de 30 anos)

http://naturezatudodebom.blogspot.com/2010/07/saude-feminina.html

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Suspeita de anorexia, Victoria Beckham contrata Sarahyba para grife


Suspeita de anorexia, Victoria Beckham contrata Sarahyba para grife


Publicidade

da Folha Online

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u68061.shtml

A ex-Spice Girl Victoria Beckham, 32, tem sido vítima de acusações quando o assunto é alimentação. Bastante magra, a mulher de David Beckham já foi diversas vezes acusada de anorexia --ela sempre negou.
Alexandre Meneghini/AP



Daniella Sarahyba exibe curvas

Agora, para tentar reverter essa "má fama", a cantora optou apenas por modelos com aparência saudável e curvas generosas para sua grife. A eleita para protagonizar a nova campanha é a brasileira Daniela Sarahyba, 22.

Daniella, que também será estrela do novo comercial da C&A, é vista nos Estados Unidos, onde mora, como a "brazilian bombshell" da revista "Sports Illustrated", que já publicou diversas fotos da modelo.
A despeito do seu sucesso --ela foi garota-propaganda de diversas grifes--, Recentemente, Daniella perdeu cerca de dez quilos --atualmente, se mantém com 55 kg para 1,78 m de altura. Seu quadril tem 89 centímetros, contra os 93 anteriores.
O tipo físico da brasileira é bem diferente do da ex-Posh Spice, que foi apelidada de Skeletal Spice. Victoria tem cerca de 45 quilos para 1,63 de altura. Segundo a imprensa sensacionalista, ela já foi flagrada comprando uma calça jeans de criança (tamanho para sete anos) para si mesma.
Segundo Victoria, sua magreza é fruto de uma educação alimentar rigorosa. "Acho que há uma grande diferença entre alguém que sofre de transtorno alimentar e alguém que controla o que come", afirmou. "Costumo sair e comer o que gosto, mas tento ser disciplinada", completou.
fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u68061.shtml

domingo, 4 de julho de 2010

Para se manter em forma e retardar o envelhecimento, famosas investem em tratamentos e cirurgias plásticas

Manter o corpo e rosto bonito não é privilégio somente de quem vive no mundo da fama. Muitas mulheres podem ter boa forma e pele bonita e sem rugas.
É fato que as mulheres procuram sempre se manter bonitas. Arrumam seus cabelos, usam maquiagem, compram roupas bonitas. Se livrar das celulites, gordurinhas extras e estrias, é um desejo quase universal entre o sexo feminino. Mas às vezes, o que vemos na TV parece não casar com a realidade em que vivemos não é mesmo? Algumas mulheres famosas parecem não envelhecer e seus corpos parecem não sofrer nenhuma alteração com o passar do tempo.
As famosas investem em cirurgias plásticas e tratamentos para manter a boa forma do corpo e ficar com uma pele bonita e sem rugas. Mas, não pense que manter o corpo e rosto bonito é privilégio somente de quem vive no mundo da fama. Para realizar o sonho de rejuvenescer e manter o corpo em forma é necessário um investimento e como nem todo mundo tem dinheiro para pagar a vista os procedimentos, a saída encontrada pode ser o parcelamento do pagamento.



“Envelhecer, todos envelhecem, mas, se é possível retardar as rugas, sulcos e a flacidez da face, por que não? E se não há como pagar a vista, buscar crédito já é algo possível e habitual, não só para adquirir casa própria, carro e demais objetos, mas também nas áreas de saúde e beleza. Depois de consultar o especialista e ter um orçamento é necessário buscar uma empresa que presta assessoria administrativa e financeira a quem deseja obter crédito e parcelar pagamentos em cirurgias plástica, tratamentos estéticos ou odontológicos.”, alerta Arnaldo Korn, do Centro Nacional – Cirurgia Plástica.
Entre as cirurgias mais eficientes no combate à ação do tempo no corpo, estão a colocação de prótese de mama, a lipoaspiração ou lipoescultura para eliminar gordurinhas e deixar o famoso ‘corpo violão’, abdominoplastia, nariz (rinoplastia), prótese de glúteo, pálpebras (blefaroplastia), levantamento de sobrancelhas, rejuvenescimento facial (minilifiting/ritidoplastia), orelhas (otoplastia), transplante capilar e bioplastia, que é a plástica sem cortes, entre tantas outras.

Para quem deseja ter a boca parecida famosa atriz de Hollywood, o corpo da musa pop americana, os seios da loira do conhecido seriado, o glúteo ou as pernas de famosas atrizes brasileiras, ou se simplesmente quer se aperfeiçoar, hoje a cirurgia permite. Mas, se não tem como pagar à vista, saiba que muitos especialistas já trabalham com empresas que prestam serviço de assessoria administrativa e financeira, para facilitar a vida dos pacientes que precisam pagar parcelado. Confira mais informações no www.plasticaparcelada.com.br.

sábado, 3 de julho de 2010

Anorexia e os homens


Extremos da alimentação
Apesar de serem mais comumente associadas às mulheres, a anorexia e a bulimia também afetam os homens. O Hospital das Clínicas de São Paulo, da Secretaria de Estado da Saúde, possui um Ambulatório de Transtornos Alimentares que recebe 25 casos de homens mensalmente. Desses, 50% tiveram problemas de obesidade na infância.
A maior incidência da anorexia e da bulimia em homens se dá na faixa etária entre 14 e 18 anos. Os sintomas são os mesmos que acometem as mulheres. No caso da anorexia, há o medo permanente de ganhar peso ou de se tornar obeso, a falta de percepção de que se está abaixo do peso e a recusa em aceitar que está doente.
Já no caso da bulimia, pode haver compulsão por ingestão de alimentos, para em seguida eliminá-los por meio de vômitos provocados, laxantes e diuréticos; prática exagerada de exercícios e jejuns prolongados.

Doença de mulherPor serem doenças normalmente associadas às mulheres, mesmo com todos esses sintomas, a resistência dos homens em aceitar que está doente e procurar tratamento é muito grande.
"O padrão de IMC independe de sexo. O considerado normal deve girar em torno de 20 a 24,9 kg/m². Dentre nossos pacientes, o IMC mínimo foi de 15,5 kg/ m². A anorexia e a bulimia são, sim, problemas que afetam também os homens", afirma o médico psiquiatra e coordenador do AMBULIM do Hospital das Clínicas de São Paulo, Alexandre Azevedo.

Causas da anorexia e bulimia
Predisposições genéticas ajudam no aparecimento do transtorno alimentar. Porém é preciso que mais algum fator estimule este aparecimento, como a insatisfação com a aparência corporal e, mais grave, a distorção da imagem corporal. Mesmo estando muito magros, os pacientes ainda se acham gordos
Entre os fatores mais comuns para o surgimento do problema, estão a obesidade na infância (o mais comum), conflitos de orientação sexual, comprometimento da auto-estima e preocupação com adoecimento no futuro.

Estabilização do peso
O paciente é considerado curado quando o seu peso está estabilizado, seus hábitos alimentares estão adequados, quando não há mais desejo de perda de peso desnecessário e não há mais a distorção da própria imagem corporal. Durante o tratamento é feito um trabalho psicoterápico que previne recaídas na recuperação do paciente.

Durante o tratamento, o paciente não é afastado de sua vida normal. São poucos os casos que precisam de internação hospitalar completa ou parcial.



Homens também sofrem de anorexia




01/09 - 12:30hrsEmbora a doença seja mais comum entre as mulheres, a anorexia também atinge os homens

Bárbara Stefanelli
fonte: http://estilo.ig.com.br/noticia/2008/09/01/homens_tambem_sofrem_de_anorexia_1600617.html


Em 2006, após a morte da modelo Ana Carolina Reston Macan, de 21 anos, por causa das complicações de uma anorexia nervosa, a doença chamou a atenção de todo o Brasil. Porém, ainda é comum pensar que o mal atinge apenas os bastidores de desfiles de moda e exclusivamente o sexo feminino. Mas, mesmo que a maioria das vítimas ainda seja de mulheres, a doença também faz parte do universo masculino.
A cada 10 anoréxicos, apenas um é homem. E, apesar de ser um número consideravelmente pequeno, a situação é preocupante, pois a doença - diagnosticada quando a pessoa está com um IMC (Índice de Massa Corpórea) inferior a 15 - leva a óbito cerca de 10% das pessoas que a possuem. E, claro, os mais atingidos pelas regras da beleza acabam sendo os jovens.

“Cerca de 90 % dos casos de anorexia atingem os adolescentes. Normalmente, são aqueles que têm um histórico de obesidade, auto-estima baixa e timidez”, explica o João César Soares, endocrinologista e nutrólogo da Unifesp. “Eles estão mais suscetíveis a se sentirem pressionados pelo culto à magreza”, afirma o médico.
“Em geral, o pessoal da mídia, os estilistas e as pessoas que são do meio da moda, consideram belo o magro. Mas, tem gente que possui esse biótipo, outros, não. Nós, brasileiros, temos uma estrutura latina, com quadris largos”, diz Soares, que acredita que deveríamos ter uma variedade maior de padrões de beleza para diminuir os índices da doença. “Os anoréxicos são extremamente perfeccionistas e, nos homens, a doença é mais intensa, pois eles têm mais facilidade de perder peso”, completa.

Ele chegou a pesar 35 kg
Tanta perfeição que levou N.R., 24 anos, que preferiu não ser identificado, a pesar 35 kg, mesmo tendo 1,75 m de altura. Atualmente curado, na época da doença, ele comia apenas de 200 a 300 calorias por dia. “Comecei a comprar aquelas revistas com listas de alimentos e calorias e calculava tudo o que comia. Em pouco tempo, eu emagreci muitos quilos”, diz o jovem que, aos 12 anos, passou a sentir-se pressionado por sua família a ser magro.
“Eu não queria engordar e vomitava tudo o que comia, fiz isso por oito anos. E ainda usava laxantes e diuréticos. Minha família me internou algumas vezes, mas, não entendia e só sabia falar que eu jogava dinheiro na privada”, conta N.R.. E, mesmo tendo passado por quatro internações em clínicas de transtornos alimentares, só conseguiu se curar aos 20 anos. “Me curei quando comecei a namorar, quando encontrei alguém que me amava como eu era e que se preocupava muito comigo”, completa o jovem.
O caso dele é a típica situação descrita pelo psiquiatra da Unifesp Marcelo Niel. “No início ou meio da adolescência, o jovem começa a fazer algum tipo de dieta e emagrece muito. Depois, começa a ter um comportamento obsessivo com sua alimentação”. E, além de ter esse rigor com seus hábitos alimentares, o anoréxico passa a se ver de forma bastante deturpada. “O transtorno desmórfico corporal faz com que o paciente veja uma imagem distorcida de si mesmo. Ele se vê muito mais gordo do que realmente é”.
Para Niel, “o tratamento é complexo, mas, em linhas gerais, tem bom resultado e a maioria consegue se livrar”. O médico ainda aconselha aos familiares e doentes a procurarem ajuda para se orientarem sobre o tratamento, que é multidisciplinar e que necessita de psiquiatra, nutricionista e clínico geral. “Há lugares, como o Hospital das Clínicas e a Unifesp, que disponibilizam atendimento e tratamento gratuito”, diz Niel.



Outros transtornos



Apesar de não ser tão grave quanto à anorexia, a bulimia também é um preocupante transtorno alimentar que atinge os jovens. “A doença pode desencadear em um quadro anoréxico, e um paciente pode ter os dois distúrbios ao mesmo tempo”, diz o João César Soares. “Por provocar vômitos, a pessoa pode virar anoréxica”.
Junior Cardoso, de 19 anos, ainda se trata para curar a bulimia. “Sempre fui gordinho, cheguei a pesar 115 kg. Comecei com dieta e, em três meses, emagreci 15 kg. Na época, estava passando aquela novela em que a menina tinha bulimia, "Páginas da Vida", e um dia comi e vomitei. No final da semana, tinha perdido 4 kg”, diz Cardoso. “Achei que poderia parar quando quisesse, mas emagrecer é um grande vício”.

E mesmo também enfrentando o problema, ele acredita que o fundamental para a superação da doença é trabalhar a auto-estima. “A gente precisa se sentir seguro, se amar até o último momento. E, depois, ver que, comendo normalmente, não vamos engordar, e que também podemos fazer esportes”, aconselha o jovem.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

DICIONARIO FEMININO

Aliança: garantia financeira.

Amante: homem que faz tudo aquilo que o marido nunca faz.

Amor impossível: um pretendente pobre.

Batom: poderosa arma feminina que deixa marcas fatais.

Bolsa: membro essencial no funcionamento do corpo feminino.

Cansaço: Vontade de ficar sozinha.

Carteira: principal órgão masculino.

Certeza: quase certeza.

Confiança: ação incompatível com os homens.

Dor de cabeça: falta de vontade.

Extravasar: galinhar.

Falta de atenção: falta de presentes.

Fracasso: perder um homem para uma mulher m ais magra.

Gravidez: investimento a longo prazo.

Minutos: horas. (principalmente antes de sair)

Maquiagem: realce da beleza natural e disfarce de feiúra original.

Meia calça: camada de acabamento das pernas.

Namorado: desculpa usada para despistar homens indesejados.

Nunca: por enquanto não...

Pílula: medicamento usado no momento certo e suspenso no momento oportuno.

Problemas conjugais: ausência de orgasmo.

Satisfação: verbete desconhecido no dicionário feminino.

Seios: sinônimo de maçaneta, pois também abrem muitas portas.

Talvez: sim.

Terapia de grupo: shopping com as amigas.

Valorização: flores no dia seguinte.

enviado por Klébia Fiúza

Postado por israel batista às 01:48
fonte: http://blogdoisraelbatista.blogspot.com/2010/07/dicionario-so-para-mulheres.html

Larissa Riquelme: a modelo que ofuscou os paraguaios na Copa

30/06/2010 18h19 - Atualizado em 30/06/2010 19h15

Não importa a campanha inédita da seleção: o mundo parece só ter olhos para ela. E tudo começou com uma despretensiosa propaganda de celular
Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/copa-do-mundo/paraguai/noticia/2010/06/larissa-riquelme-modelo-que-ofuscou-os-paraguaios-na-copa.html

Por Rafael Pirrho
Direto de Irene, África do Sul


Os jogadores enfrentaram 18 jogos de Eliminatórias, se classificaram para a Copa, fazem uma campanha inédita em Mundiais e, mesmo assim, estão em segundo plano. O nome do Paraguai no torneio, até agora, é Larissa Riquelme. Uma modelo de 25 anos que atraiu os olhares de diversos países e que ofuscou a própria seleção.

- Não tenho nenhum comentário sobre isso - disse o atacante Nelson Valdez, achando graça da pergunta sobre a modelo.


Larissa e seu telefone estrategicamente guardado: campanha de celular que destacou a modelo (Foto: EFE)A história de Larissa começou de forma despretensiosa. Ela foi contratada por uma empresa de telefonia celular como garota-propaganda. Uma das ideias era guardar um aparelho dentro do generoso decote durante as partidas do Paraguai na Copa. Assim, a modelo assistiu à estréia, contra a Itália, em uma praça de Assunção. Mesmo já conhecida no país por atuações em musicais e em alguns programas de TV, seus atributos chamaram a atenção e tiveram grande repercussão interna.



Larissa é mesmo a figura mais famosa do Paraguai nesta Copa"Laura MorelNo segundo jogo, contra a Eslováquia, ela voltou à mesma praça, com o mesmo uniforme que demonstrava todo o seu amor pela seleção. Coube então aos fotógrafos das agências internacionais espalharem as imagens de Larissa pelo planeta. Instantaneamente, virou "A namorada do Mundial", apelido dado pelo jornal espanhol "Marca".

Desde então, virou a grande atração dos jogos do Paraguai. Deu entrevistas para jornais, revistas, sites e canais de televisão de várias partes do mundo. Ganhou milhares de fãs na internet e diz ter recebido muitas propostas de trabalho. A própria Larissa parece ter se surpreendido com a fama repentina. Seu site oficial, por exemplo, foi feito às pressas e, por enquanto, só tem fotos sensuais e emails para contato.

- Acho que Larissa é mesmo a figura mais famosa do Paraguai nesta Copa. Está em jornais de muitos países e disse, inclusive, que quer aproveitar a fama que ganhou na Espanha para trabalhar por lá - diverte-se a jornalista Laura Morel, que cobre a Copa do Mundo na África do Sul para o site Paraguay.com.


Larissa Riquelme se empenha na campanha docelular (Foto: EFE)Além da Espanha, Larissa fez muito sucesso também no Brasil e na Argentina. Na última terça-feira, quando a seleção paraguaia imaginava ter, enfim, ganhado sozinha as manchetes ao chegar pela primeira vez às quartas de final da Copa, Larissa atacou novamente. Prometeu sair nua em caso de título. E depois avisou que pode até antecipar a promessa com a classificação para as semifinais. De novo, virou o centro das atenções.

-Estamos felizes com a euforia dos torcedores, mas concentrados no nosso trabalho. O que vem de fora não nos preocupa - desviou-se o goleiro Villar.
Para provar que é torcedora de verdade, Larissa apontou os atacantes Nelson Valdes, Roque Santa Cruz e Lucas Barrios como os destaques do time. Nenhum deles, por enquanto, fez gol na Copa. Mesmo que despertem contra a Espanha e protagonizem uma zebra, ao fim do dia devem receber menos publicidade do que ela. Afinal, qual foto tem maior chance de ganhar destaque pelo mundo: Santa Cruz comemorando um gol ou Larissa pagando a sua promessa?






































ONG explica campanha feminista com Cruzeiro, que vira destaque internacional

Ação é tida como a primeira de uma sequência de etapas de conscientização   João Vítor Marques /Superesportes  ,  Tiago Mattar /Superes...