Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012
Pesquisa Ibope mostra evolução do comportamento feminino nas capitais brasileiras Entrevista com Carmita Abdo, psiquiatra e coordenadora do Programa de Estudos em Sexualidade do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo e professora da Universidade de São Paulo (USP).
Uma pesquisa Ibope realizada nas principais capitais brasileiras sobre o comportamento feminino das gerações X, Y e baby boomer revela que com o passar dos anos e as transformações sociais, as mulheres foram modificando as decisões na vida profissional, afetiva e sexual. No passado, o início da atividade sexual era por causa do casamento. Hoje, é uma decisão própria. Para se ter uma ideia, a nova geração acredita que pelo menos 71% das mulheres que viajam devem optar por métodos modernos, os quais não precisem tomar diariamente e evitem o esquecimento.


OUÇA O AUDIO NA CBN SP
http://cbn.globoradio.globo.com/programas/show-da-noticia/2012/04/07/PESQUISA-IBOPE-MOSTRA-EVOLUCAO-DO-COMPORTAMENTO-FEMININO…

Pesquisa revela comportamento feminino na compra de sapatos

Imagem
DetalhesQuarta, 27 Junho de 2012 Estudo é resultado de um trabalho de conclusão de curso de Pós-Graduação em Gestão de Marketing da UNIJUÍ Um estudo da UNIJUÍ revela o comportamento da mulher no momento da compra de sapatos, na região Noroeste do Estado. A pesquisa foi realizada como trabalho de conclusão de curso de Pós-Graduação em Gestão de Marketing, no Campus Santa Rosa. O trabalho foi produzido pela aluna Camile Pilatti e orientado pelo professor Luciano Zamberlan.
O objetivo do estudo foi identificar as principais dimensões relacionadas a atitude em relação ao consumo de moda, bem como avaliar o envolvimento feminino com sapatos. O trabalho contempla uma revisão bibliográfica acerca do comportamento do consumidor, consumo e gênero feminino e moda e envolvimento. Também foram realizadas 180 entrevistas com mulheres, para identificar o consumo de sapatos por este público.
Camile explica que pouco se sabe sobre a paixão exercida pelas mulheres em relação a sapatos: “por isto busqu…

Mulheres e suas historias

Imagem
Especial: Eulália Pinheiro sexta, 16 de novembro de 2012 • 13:34 Mulheres: Eulália Maria Pinheiro
Em uma dessas noites de muito calor e nostalgia, resolvi passear pelas livrarias da cidade. Tenho uma estranha mania: ao escolher os meus livros, abro em qualquer página e leio. Se gostar do que li, pronto! O autor ganha a minha dedicação. Eduardo Galeano ganhou!



(Eliana Calmon,Ellen Johnson-Sirleaf,Aung san suu kyi )"(...) um dia os homens mataram todas as mulheres e puseram as máscaras que as mulheres tinham inventado para aterrorizá-los. Somente as meninas recém-nascidas se salvaram do extermínio. Enquanto elas cresciam, os assassinos lhes diziam e repetiam que servir aos homens era seu destino. Elas acreditaram. Também acreditaram suas filhas e as filhas de suas filhas (...)” Eduardo Galeano.

Ao abrir aleatoriamente seu livro intitulado “Mulheres”, surpreendi-me com um texto chamado “Autoridade”, mas o livro fala de todos os tipos de mulheres. Exalta as mulheres, a existência dela…

Mulher relata drama como escrava na Rússia por mais de 10 anos

Imagem
16 de novembro de 2012 09h56 atualizado às 10h20  Daniel Sandford Da BBC Brasil A história de Leyla Asherova, mantida como escrava em uma loja de Moscou por mais de dez anos e forçada a entregar sua filha, ilustra como imigrantes de países como Uzbequistão e Cazaquistão podem sofrer na Rússia. Ela é uma das 11 imigrantes que trabalhavam em condições de escravidão em um mercado da capital russa e que foram liberadas por ativistas de organizações que combatem o tráfico de pessoas.
Leyla chegou a Moscou há uma década, quando ainda tinha 16 anos, para trabalhar como balconista de uma loja em dos subúrbios do leste da cidade, acreditando tratar-se de uma boa oportunidade. Mas ela jamais foi paga pelos serviços.
"Quando eu cheguei, logo no primeiro dia, eles levaram meu passaporte. Aí percebi que a dona da loja estava espancando uma das meninas. Ela puxava o cabelo e chutava a garota com muita força. Foi quando eu me dei conta de que tinha vindo parar no lugar errado&qu…

Como Redes Sociais Ruas VAO AS. Como aproveitar Melhor tanta Energia?

Imagem
Marcha das Vadias e Mamaço. Leia mais sobre Feminismo
Publicado NA segunda-feira, 20 junho, 2011 Daqui da Minha janelinha virtual, tenho observado hum fenomeno Interessante E, para ELE, pra mim Fazer vencer a preguiça de escrever. Voces perceberam Como, Ultimamente parece Que como Redes Sociais estao Fazendo como PESSOAS, Finalmente, se apropriarem das SUAS Causas, SEM passar organizados POR GRUPOS? Acho Que ISSO E UMA grande mudança, Que introduz Mais hum Movimentos Sociais DESAFIO AOS. Como lidar com ISSO?
ESTOU fóruns do Brasil ha 9 anos, mas a Minha historia E de ativismo los Defesa dos Direitos da Mulher e, Mais especificamente, da amamentação. Como muitas amigas, atuei Época n'uma los Qué uma Divulgação das nossas ideias e nossos Eventos era Feita ainda POR Correio UO Telefone. Um Simples chegada fax fazer, FOI UM Avanço dificil de compreender se, Hoje em Dia. Uma era dificil Comunicação e, consequentemente, um e Participação como decisões acabavam Sendo Mais centralizadas.
E…

O lugar das mulheres chinesas é ao fogão, por isso não têm cargos políticos

Imagem
12.11.2012 - 12:45 Por AFP, PÚBLICO, null As poucas mulheres no Congresso limitam-se a confirmar o que os homens decidiram (Reuters) A China proclama a igualdade entre homems e mulheres e Mao Tsetung disse que elas são "metade do céu". Mas é um machismo insidioso que domina a política chinesa, um desequilíbrio que continua com a nova equipa dirigente, que é nomeada na quinta-feira, no dia de encerramento do 18.º Congresso do Partido Comunista Chinês. Vinte e três por cento dos mais de 2200 delegados reunidos em Pequim são mulheres. Mas a grande maioria delas tem um papel neutro, limitando-se a ratificar as decisões já tomadas nos círculos restritos e que são essencialemnte masculinos.

Quanto mais se sobe na hierarquia política chinesa, mais a presença das mulheres se torna rara. No Comité Central do partido apenas 6% dos membros são mulheres; no Bureau político, …

DIA 21 DE OUTUBRO DE 1945

Imagem
1945 - Mulheres votam pela primeira vez para a Assembleia francesa
Dia simbolizou a expansão definitiva do direito ao sufrágio feminino na cultura ocidental
Wikimedia Commons/Reprodução

Cartaz oficial anunciando marcha em Washington pelo voto feminino, em março de 1913

Em 21 de outubro de 1945, as mulheres francesas votam pela primeira vez na história de seu país para escolher os deputados da Assembleia Constituinte. Meses antes, em 20 de abril, já tinham votado nas eleições municipais. Em 1946, já constituiam 47% do eleitorado, tendo depositado majoritariamente seus votos nas forças conservadoras moderadas, manifestando-se bastante fieis ao general Charles de Gaulle, que as havia emancipado eleitoralmente.

O voto das francesas resultou de um decreto de 21 de abril de 1944 promulgado pelo governo provisório do general De Gaulle: ‘‘As mulheres são eleitoras e elegíveis nas mesmas condições que os homens’’. Já não era sem tempo. As francesas estavam entre as últimas mulheres do mundo ocid…

Kendall Jenner: irmã de Kim Kardashian exibe corpo muito magro; veja as fotos

Imagem
Veja todas as fotos Fechar 1/5 Veja todas as fotos Kendall Jenner definitivamente não herdou as curvas da família Publicada Segunda-feira, 5 de novembro 2012 , 19:00 Se Kim Kardashian é conhecida por ter orgulho de exibir suas generosas curvas, sua meia-irmã, Kendall Jenner, impressiona ao ostentar um corpo muito magro. A moça, que já admitiu não gostar de ser considerada uma Kardashian, já fez seu nome como modelo profissional com apenas 17 anos. E apesar de não admitir, segue os passos do trio Kim, Kourtney eKhloe, e ao lado de sua irmã Kylie, fechou uma parceria fashion.
A carreira da moça parece estar a todo vapor. No ano de 2012, a jovem desfilou no "Fashion's Night Out", em Los Angeles, faturou um papel no seriado "Hawai Five-0", fez um ensaio de fotos bem sensual para a Victoria's Secret e, no momento, está na Austrália, fazendo shooting para a icônica revista Vogue. A modelo, assim como muitas celebridades, costuma postar foto…

A República é uma mulher

Imagem
Será nossa História confiável? Estou convencido, por exemplo, que Cabral aportou em Touros, no Rio Grande do Norte, e não em Porto Seguro, na Bahia. E agora temos um feriado nesta semana, da Proclamação que não foi como contam. A da Independência até faz sentido. Mas a da República tem outra história. Na verdade, foi uma quartelada restrita, sem a menor participação popular e muito menos do Exército como um todo. Havia uma soma de descontentamentos, mas naquele dia só tinha a intenção de derrubar o gabinete do Visconde do Ouro Preto, o chefe do governo de nossa monarquia parlamentar - e não de derrubar o Imperador.

Precisavam de um líder e foram buscar em casa o Marechal Deodoro da Fonseca. Deodoro estava na cama, com enfisema. Relutou mas foi convencido a sair de casa, oferecendo-lhe uma liteira para transportá-lo. Depois, conseguiram um cavalo emprestado para que ele liderasse a tropa. Deodoro não ficou muito tempo ali e voltou para casa. Dizem que ele teria tirado o chapéu, grita…

A modelo Bárbara Evans exibe o corpo magro demais

Imagem
Ela diz estar mais confiante Bárbara Evans | Foto:Reprodução/Twitter A modelo Bárbara Evans mostrou que está mais que em dia com a balança ao postar no Instagram, nesta terça-feira, 13. "Look do dia chuvoso e frio", escreveu a moça. O corpo é resultado da dieta da proteína que seguiu durante dois meses e a fez perder dez quilos. Atualmente ela mede 1,70m e está pesando 48 quilos.

Família denuncia que jovem morreu durante lipoaspiração

Imagem
G1 13/11/2012 12h37

Foto: Reprodução Luana já vinha sofrendo com outro problema de saúde A técnica de enfermagem Luana Balestrero Borges, de 25 anos, morreu durante cirurgia de lipoaspiração, ontem (12), em Vitória. O G1 ligou para o Hospital Santa Paula, onde a cirurgia foi realizada, mas recebeu a informação de que o diretor não estava no momento e que o hospital ia se pronunciar ao longo do dia.
Segundo o namorado de Luana, Adilson Júnior, a causa da morte não foi informada na certidão de óbito. "O Instituto Médico Legal deu autorização para enterrar o corpo, mas retirou alguns órgãos para análise e disse que o resultado pode demorar até dois meses para ficar pronto", disse.
Adilson afirma que acompanhou Luana em todos os exames e foi com ela ao hospital no dia da cirurgia. Segundo ele, os dois chegaram ao hospital às 6h e a cirurgia estava marcada para começar às 7h."O médico disse que a cirurgia ia demorar cerca de duas horas e meia. Por volta …