Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2009

Pesquisa explica por que os magros não engordam

Imagem
Vale a pena ler esta pesquisa publicada no site terra, 27 de janeiro de 2009 • 16h40 • atualizado às 16h44



Por que, por exemplo, algumas pessoas parecem estar sempre comendo de tudo e não engordam? E por que outros indivíduos vivem constantemente de dieta e não podem perder peso? Um estudo realizado por um programa chamado "Horizon" do canal de TV BBC recrutou 10 voluntários para tentar responder a estas perguntas.
As 10 pessoas, todos magros e que nunca haviam realizado nenhum tipo de dieta, passaram quatro semanas devorando todas as pizzas, batatas fritas, sorvetes e chocolate que tinham vontade.
Nenhum deles poderia fazer exercícios físicos e deveriam caminhar o mínimo possível.
Durante as quatro semanas do estudo, os voluntários deveriam duplicar a quantidade de calorias ingeridas diariamente, que eram, em média, de 3,5 mil para as mulheres e 5 mil para os homens. A experiência foi vigiada pelo médico pesquisador Rudy Leibel, da Universidade de Columbia, em Nova York.
Segundo…
Imagem
Nem sempre a maneira de tratar os corpos foi a mesma ao longo da história. O ideal de beleza sofreu suas transformações e o modo de encarar a gordura, também. Em seu livro Corpos de Passagem, Denise Bernuzzi de Sant’anna apresenta o dilema dos gordos na história (1995:20-21): Foram inúmeras as sociedades que acolheram com alegria a presença dos gordos e desconfiaram da magreza, como se esta expressasse um déficit intolerável para com o mundo. Magreza lembrava doença e o peso do corpo não parecia um pesar. Entretanto no decorrer deste século, os gordos precisaram fazer um esforço para emagrecer que lhes pareceu bem mais pesado do que o seu próprio corpo. Ou então foram chamados a dotar sua gordura de alguma utilidade pública, transformando-a, por exemplo, em capacidade de trabalho duro, ou em travesseiro acolhedor das lágrimas alheias... Como se os gordos precisassem compensar o peso do próprio corpo, sendo fiéis produtores de alegria e consolo. ...Há quem diga: um colo magro não é um …

INAUGURAÇÃO CORPO FEMININO

Imagem
Meu trabalho visa explorar as imagens e as representações do corpo brasileiro na publicidade impressa, em 1950, 1970 e 2000Busco analisar a linguagem da publicidade e seus exageros que levam a obsessão pelo corpo perfeito. Assim inauguro meu blog para dividir minhas reflexões com todos que desejarem participar... O corpo passou a ser um valor cultural que integra o indivíduo a um grupo, e ao mesmo tempo o destaca dos demais. Ter um corpo “perfeito”, “bem delineado”, “em boa forma” consagra o homem e representa a vitória sobre a natureza, o domínio além do seu corpo, o controle do seu próprio destino. A gordura, a flacidez, o sedentarismo simbolizam a indisciplina, o descaso. As pessoas são culpadas pelo “fracasso” do próprio corpo. O tema corpo na sociedade atual mistura-se ao universo do consumo e movimenta o mercado, propiciando a venda de inúmeros produtos. A mídia impressa, mais especificamente, a revista foi escolhida, por ter um forte contraste com a mídia eletrônica. Como possui…