Brasil registra 645 mil plásticas em um ano

Mulheres são 82% dos operados; lipoaspiração é a mais procurada pelos dois gêneros Mulheres são 82% dos operados; lipoaspiração é a mais procurada pelos dois gêneros


A cada minuto, em média uma pessoa se submete a uma cirurgia plástica no Brasil. Em 2009, foram realizados 645.464 procedimentos desse tipo, dos quais apenas 31% tinham finalidade reparadora. As mulheres correspondem a 82% dos pacientes.
O tipo de cirurgia mais procurado por elas foi a lipoaspiração. Os dois tipos do procedimento (isolado e associado a outras cirurgias) correspondem juntos a 29% das plásticas em pacientes do sexo feminino.

Os números foram levantados pelo Ibope em pesquisa encomendada pela coordenação do 11º Simpósio Internacional de Cirurgia Plástica, realizado em março passado, em São Paulo.

Como a maioria das cirurgias - de homens e mulheres - é estética, a maior parte das plásticas é paga pelos próprios pacientes (88%, percentual que inclui aqueles com plano de saúde). Refletindo o poder econômico do Sudeste, 64% das cirurgias são realizadas em hospitais e clínicas dessa região.



Vaidosos

Não são apenas as mulheres que fazem cirurgias para remover o excesso de gorduras. Entre os 119.217 homens que se submeteram a plásticas em 2009, 22% passaram por lipoaspirações.
Em seguida, vêm aqueles preocupados com o rosto. As intervenções nas pálpebras têm 16% da preferência dos "vaidosos", enquanto intervenções na face em geral somam 13%, mesmo percentual de plásticas no nariz.
Volume de silicone triplica em 20 anos



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"Uma nova classe de pessoas deve surgir até 2050: a dos inúteis"

A obesessão pela perfeição

Presidente da Algar Tech será mentora de iniciativa de empoderamento feminino