Turistas precisam de certificado para provarem identidade após plásticas

3/04/2014 06h00 - Atualizado em 23/04/2014 06h00


Hospitais da Coreia do Sul emitem documento para facilitar volta para casa.
Aumento do 'turismo médico' seria principal razão para a medida.

Do G1, em São Paulo
103 comentários
Devido ao aumento expressivo do chamado “turismo médico” na Coreia do Sul, atraindo um grande público de países vizinhos, instituições médicas começaram a emitir uma série de documentos para auxiliar os pacientes durante a volta para casa, caso haja problemas entre a feição do viajante e sua foto no passaporte.
Para provarem identidade, pacientes que buscam cirurgia plástica na Coreia do Sul recebem 'documento' atestando que fizeram procedimento estético no país (Foto:  Reprodução/Weibo/Qingdao)Para provarem identidade, pacientes que buscam cirurgia plástica na Coreia do Sul recebem 'documento' atestando que fizeram procedimento estético no país (Foto: Reprodução/Weibo/Qingdao)
De acordo com o jornal “The Korea Times”, alguns hospitais coreanos começaram a emitir uma espécie de “certificado de cirurgia plástica” para pessoas de outros países que visitam o local em busca de procedimentos estéticos.
O jornal explica que esse tipo de documentação especial seria para facilitar a vida de quem volta para o país de origem, como China e Japão, e precisa provar que é a pessoa que está em seu passaporte ao passar pela imigração.
A demanda teria aumentado significativamente devido à baixa confiança que os pacientes têm em médicos chineses, aponta o periódico.
A Coreia do Sul é considerada a "campeã" em quantidade de cirurgias plásticas no mundo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"Uma nova classe de pessoas deve surgir até 2050: a dos inúteis"

Presidente da Algar Tech será mentora de iniciativa de empoderamento feminino

A obesessão pela perfeição