quarta-feira, 30 de março de 2011

Vogue lança campanha contra sites pró-anorexia

A edição italiana da revista Vogue lançou uma campanha para acabar com sites pró-anorexia.

Franca Sozzani, editora-chefe da Vogue Itália, explicou que «há milhares desses sites e blogs que não apenas apoiam este mal, como estimulam a competição sobre forma física entre as jovens».
De acordo com o britânico The Guardian, Sozzani colocou no seu blog, uma petição em que pede que esses sites sejam proibidos.
As trágicas consequências da anorexia nervosa foram destaque em Novembro passado, quando a modelo francesa Isabelle Caro morreu aos 28 anos de idade. Caro posou para um cartaz antianorexia, numa fotografia de choque tirada pelo fotógrafo italiano Oliviero Toscani.
A campanha não é a primeira iniciativa da Vogue na área de transtornos alimentares. Em 2009, a editora da Vogue britânica, Alexandra Shulman, acusou estilistas de enviar roupas cada vez menores para fotos de revistas de moda, obrigando-os a contratar modelos «com ossos salientes e sem seios, nem ancas».
Na Internet multiplicam-se este tipo de sites. Muitos negam que contribuem para promover desordens alimentares, afirmando que seu objectivo é apenas oferecer apoio a
A pressão vem maioritariamente do mundo da moda. No site O site Thinspiration Ana, as leitores são aconselhadas a «recortar fotos das suas modelos favoritas e usá-las na carteira. Quando estiver com fome, olhe para a imagem».
 Disponível em:
http://sol.sapo.pt/inicio/Vida/Interior.aspx?content_id=14686 > acesso em 30 de março de 2011
ESTAMOS VIVENDO O MOMENTO DE REPENSAR NOSSO DISCURSO MIDIÁTICO? COMENTEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ONG explica campanha feminista com Cruzeiro, que vira destaque internacional

Ação é tida como a primeira de uma sequência de etapas de conscientização   João Vítor Marques /Superesportes  ,  Tiago Mattar /Superes...