Cirurgia Plástica terá cartilha para garantir segurança de pacientes

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica lança, nesta sexta-feira (18), uma cartilha que estabelece novos limites para os procedimentos de cirurgia plástica, com o objetivo de garantir a segurança do paciente. O material será apresentado pelo presidente da SBCP Ewaldo Bolivar de Souza Pinto, durante a 12ª edição do Simpósio Internacional de Cirurgia Plástica, pelo presidente que acontece hoje em São Paulo.




Entre os pontos principais, a cartilha afirma que todo procedimento deve ser realizado em um local (hospital ou casa de saúde) com equipamentos adequados e atualizados para o procedimento, sempre com desfibrilador disponível.

Disponivel em: http://www.folhadaregiao.com.br/Materia.php?id=273642 acesso em 23 de março

O local deve ainda ser próximo a uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e de um banco de sangue onde haja pelo menos duas unidades disponíveis de imediato em caso de emergência. E, antes de operações de grande porte, o paciente deve fazer testes detalhados de sangue.



O material frisa ainda a necessidade da presença de um anestesista antes e durante a operação, sendo proibido ao profissional fazer dois procedimentos ao mesmo tempo. (Com informações R7)









Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"Uma nova classe de pessoas deve surgir até 2050: a dos inúteis"

A obesessão pela perfeição

Presidente da Algar Tech será mentora de iniciativa de empoderamento feminino