Presidente da Algar Tech será mentora de iniciativa de empoderamento feminino

 Abaixo segue matéria publicada no site da revista Consumidor Moderno que trata sobre a participação como mentora do  programa “Executivas do Amanhã”, promovido pela EXEC,. No mundo pós-moderno não adianta mais ficarmos somente no discurso, é necessário que as marcas e as empresas compreendam a importância de agir e trabalhar em prol do fortalecimento da mulher como membro atuante na sociedade.  Seu papel não é mais somente de influenciadora na decisão de compra, ou mesmo consumidora. Vai muito além. Ela é parte integrante do processo  exigindo, atuando, trabalhando constantemente por uma sociedade melhor. 

Imagem relacionada

fonte da fotografia: http://www.consumidormoderno.com.br/2018/06/16/programa-empoderamento-feminino/

É difícil ser mulher no mercado de trabalho – especialmente em ambientes de alta gestão. Há dados que provam esse argumento: segundo pesquisa da Women in Business, da Grant Thornton, o índice de mulheres que ocupam cargos de CEO no Brasil é de apenas 16%. Apesar de o número ter aumentado nos últimos anos, ainda é muito baixo. Por isso, iniciativas capazes de fomentara abertura de espaço para as mulheres em altos cargos, ou o incentivo a ocupação de funções de liderança por elas, são vistas cada vez mais com bons olhos. Um exemplo disso é o programa “Executivas do Amanhã”, promovido pela EXEC, que tem o objetivo de estimular o empoderamento da mulher e a liderança feminina nas organizações. Tatiane Panato, presidente da Algar Tech, faz parte dos 16% citados. Não por acaso, ela foi escolhida para participar como mentora na segunda edição do programa, que acontece neste ano. “O fato de ser possível formatar um programa como este já é um grande avanço”, afirma. “Porém, ainda temos um longo caminho a percorrer”.

A executiva, que está no grupo Algar há 19 anos, assumiu em 2013 a função de diretora
Financeira e de Relações com Investidores na Algar Telecom. Na Algar Tech,
atuou como vice-presidente de Operações, respondendo pelas áreas de operações,
marketing, vendas e negócios internacionais. No início deste ano, se tornou a primeira
 mulher a ocupar o cargo de presidente em uma das empresas do grupo Algar.
“A Algar Tech é uma empresa que valoriza a diversidade e igualdade de
 gênero dos seus 12 mil associados e possui as mulheres em sua maioria, s
endo que 54% dos colaboradores são mulheres e 52% dos cargos de liderança da
 organização são ocupados por mulheres”, conta.  “Quando faço uma reflexão sobre
 toda minha trajetória até aqui vejo quanta coisa aprendi. E agora tenho a oportunidade
 de passar para frente esses ensinamentos que poderão, quem sabe, fazer a diferença
 na carreira de uma jovem mulher”, ressalta a executiva.
Aprendizado prático
Por meio do programa, dez estudantes do último e do penúltimo ano da graduação
 de todo o país serão escolhidas para se conectarem com executivas que se
destacam em sua área de atuação. Serão três encontros em que cada mentora
orientará uma universitária. Haverá, ainda, um encontro geral para discutir o tema
diversidade de gêneros.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"Uma nova classe de pessoas deve surgir até 2050: a dos inúteis"

Vítima de anorexia, Carola Scarpa morre em São Paulo