Anorexia atinge milhares de mulheres no mundo



04 de Abril, 2011
A anorexia nervosa, transtorno que faz a pessoa comer cada vez menos e nunca estar satisfeita com o peso, expande as suas fronteiras. A maioria das pacientes ainda é composta por adolescentes, mas o distúrbio é cada vez mais diagnosticado em mulheres maduras.

Em clínicas e ambulatórios como o do Proata (Programa de Orientação e Atenção ao Paciente com Transtorno Alimentar), da Unifesp, duas em cada dez pacientes têm mais de 40 anos.

“Há alguns anos, os grandes relatos médicos sobre anorexia nem faziam referência às mais velhas”, diz o psiquiatra Táki Cordás, coordenador do Ambulim (Ambulatório de Transtornos Alimentares) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Elas já são notadas, acrescenta a pesquisadora do Hospital das Clínicas de São Paulo.

“Mesmo quando estão na casa dos cinquenta ou sessenta anos, as mulheres praticam comportamentos extremos para modificar o seu peso e os seus corpos”, afirma Cynthia Bulik, directora do Programa de Transtornos Alimentares da Universidade da Carolina do Norte (EUA).

A anorexia nervosa é uma doença complexa envolvendo componentes psicológicas, fisiológicas e sociais.

Uma pessoas com anorexia nervosa é chamada anoréxica ou anorética.Também pode ser bulímica. Adoença afecta primariamente adolescentes do sexo feminino. mas também alguns rapazes. A taxa de mortalidade no mundo é de dez por cento.
disponivel emhttp://jornaldeangola.sapo.ao/18/0/anorexia_atinge_milhares_de_mulheres_no_mundo acesso em 8 de abril de 2011
OS TRANSTORNOS SÃO AS NOSSAS DOENÇAS DO SÉCULO XXI .PARA PENSAR





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"Uma nova classe de pessoas deve surgir até 2050: a dos inúteis"

A obesessão pela perfeição

Presidente da Algar Tech será mentora de iniciativa de empoderamento feminino