sábado, 26 de março de 2011

Sutiã como obra de arte

Sutiã vira obra de arte no Shopping Metrô Boulevard Tatuapé. De 23.03 a 24.04 artistas expõem mais de 20 peças de um dos itens mais importantes do vestuário feminino.

Uma das peças mais importantes no vestuário feminino, o sutiã passou por diversas mudanças ao longo da história. Dos Espartilhos, bustiês e coletes até os modelos atuais, a peça não cai de moda e está sempre sendo reinventada, principalmente nas novelas, onde são copiadas por muitas mulheres. Inspirados pela moda e universo feminino, artistas plásticos da Associação Brasileira dos Artistas Plásticos de Colagem (ABAPC) e Curadoria – Robert Richard, expõem mais de vinte peças na mostra “Soutién – Símbolo do Sagrado Feminino”, que fica até o dia 24.04, no Espaço Cultural Boulevard das Artes, do Shopping Metrô Boulevard Tatuapé.

As obras foram retratadas a partir de materiais utilizados pelas próprias mulheres, em casa, no dia a dia, como a madeira, metal, pano, arame, penas, areia, gesso, balas comestíveis, reciclados, o que faz com que as peças se aproximem ainda mais do mundo feminino. Cada um desses artistas, voltados para uma causa especifica, dão a sua versão particular do sutiã, recriando modelos exóticos, exagerados, surreais e conceituais. A exposição discute, de forma lúdica e instigante, o tratamento e o sofrimento das mulheres sob os ditames da moda em diferentes períodos da história através da arte da colagem.

O sutiã sempre marcou importantes acontecimentos do feminismo no Brasil e no mundo. Enquanto na Europa e Estados Unidos o feminismo estourava nas décadas de 1960 e 1970, as americanas despiam-se dos sutiãs em praça pública. No Brasil, vivia-se a explosão da ditadura militar e, mesmo no auge da repressão, surgiu uma nova retomada do movimento feminista com o Conselho Nacional de Mulheres do Brasil. Esse movimento tornou as questões mais abrangentes e trouxe o principio da igualdade entre marido e mulher no casamento e a introdução do divórcio na Legislação brasileira.

Para o coordenador de marketing do Shopping Boulevard, Mauro Fontes, a exposição é uma forma de proporcionar aos visitantes do shopping cultura e entretenimento. “Nosso diferencial está em agregar conteúdo e diversão para os freqüentadores. Através de uma visão lúdica e bem humorada, os artistas conseguem transformar a polêmica peça íntima em obra de arte, mostrando sua evolução ao longo dos anos”, destaca Fontes.
Para o curador da exposição, Robert Richard, é importante discutir novos conceitos de estética e de como o imaginário masculino é povoado de lembranças sobre a mulher e sua sensualidade. “O sutiã pode ter muitos olhares, ele remete a ideia da amamentação, do câncer de mama, do lado erótico. Enfim, algo muito curioso, um fetiche, uma coisa do sagrado feminino”.
Diisponivel: http://bagarai.com.br/sutia-como-obra-de-arte.html : acesso em 26 de março
DIFÍCIL VIVER COM ELE... IMPOSSIVEL VIVER SEM ELE

Um comentário:

  1. olha tenho um blog que trata de assuntos adolescentes dá uma olhada deixe comentários , vire siguidora se quiser é claro :

    www.osinteressesdoenzo.blospot.com

    ResponderExcluir

ONG explica campanha feminista com Cruzeiro, que vira destaque internacional

Ação é tida como a primeira de uma sequência de etapas de conscientização   João Vítor Marques /Superesportes  ,  Tiago Mattar /Superes...