Meio milhão de páginas pró-anorexia e bulimia na Internet



Organizações espanholas lançam alerta



Em menos de um segundo, num motor de busca online como o Google, apareciam, no ano passado, cerca de meio milhão de páginas pró-anorexia e bulimia, alertam organizações espanholas, num documento citado pela agência Lusa.

No relatório de 2010 sobre difusão e proliferação na rede de conteúdos apologistas da anorexia e da bulimia, distúrbios alimentares, a Agência da Qualidade da Internet e a Associação Contra a Bulimia e a Anorexia adiantam que a esmagadora maioria das pessoas que consulta estes conteúdos são menores.
Segundo o documento, cujas conclusões são enunciadas no portal da Agência da Qualidade da Internet, a defesa da anorexia e da bulimia está a aumentar consideravelmente nas redes sociais (Facebook, Twitter, Hi5, Tuenti). A maioria dos utilizadores dos conteúdos (95%) são raparigas que querem emagrecer a todo o custo. No ano passado, a Agência da Qualidade da Internet conseguiu encerrar quase 50% das páginas pró-anorexia e bulimia.
ALERT Life Sciences Computing, S.A.


ESTE ALERTA DEVE SER RETRANSMITIDO A TODOS E A TODAS
QUEREMOS UM CORPO PERFEITO: MAS TEMOS QUE CUIDAR DA SAÚDE.
SOBREVIVER PARA MOSTRAR O CORPO E O MAIS IMPORTANTE, VIVER COM ELE!
Disponível: < http://org-www.alert-online.com/pt/news/health-portal/meio-milhao-de-paginas-pro-anorexia-e-bulimia-na-internet > Acesso em 28 de fevereiro de 2011

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"Uma nova classe de pessoas deve surgir até 2050: a dos inúteis"

A obesessão pela perfeição

Presidente da Algar Tech será mentora de iniciativa de empoderamento feminino