terça-feira, 13 de abril de 2010

Bulimia e anorexia: descubra como evitar as doenças

Por Redação Pantanal News/Portal Educação
Fontehttp://www.pantanalnews.com.br/contents.php?CID=51654


A perda de peso exagerada é comum em mulheres que buscam a harmonia do corpo perfeito. Ela está relacionada ao fato de ficar magra é sinônimo de beleza. Mas as características das mulheres que apresentam esses sintomas de magreza devem ser observadas pelos familiares, pois a busca excessiva é doença, como a bulimia e a anorexia.



No caso da bulimia nervosa, as pessoas comem compulsivamente e se arrependem, o que induz ao vômito forçado. É comum que esses indivíduos façam o uso de laxantes, diuréticos e outros artifícios para eliminar o que ingeriu e não engordar. Mas há também a bulimia nervosa, quando pode não haver perda de peso, o que torna o diagnóstico mais difícil pelo médico.



Já a anorexia apresenta-se quando o doente não come praticamente nada, emagrece consideravelmente e tem receio de engordar. É comum que a pessoa que tenha a bulimia nervosa também sofra com a anorexia. No caso da anorexia nervosa, esta traz grande risco à saúde do portador, em casos extremos pode levar a óbito.



Em ambos os casos, segundo a tutora do Portal Educação e psicóloga Denise Marcon, a doença é de difícil diagnóstico, porque os pacientes têm resistência em aceitar que estão doentes e os familiares demoram em perceber que algo está errado.

Estudiosos apontam que a prática de exercício físico e acompanhamento nutricional podem auxiliar no resultado de um corpo magro e saudável. Para a tutora do Portal Educação, a realização de um programa de exercícios físicos realizado por profissionais especializados é um grande aliado no tratamento, “vem de encontro com os sintomas, proporcionando tratamento adequado e de maneira mais eficaz”, comenta Denise.

Entre as vantagens dos exercícios físicos controlados estão a prevenção de mortes prematuras ou desnecessárias, incapacidades, controle dos custos com a saúde, manutenção de uma qualidade de vida melhor. Outros pontos que merecem destaque é o controle do peso, melhora da autoestima, estímulo do convívio social, alívio do estresse, ansiedade, depressão e bem-estar. De acordo com profissionais da área, os exercícios ainda melhoram e ajudam a controlar doenças crônicas como a pressão arterial, diabetes, osteoartrite, colesterol, triglicérides elevados, entre muitas outras.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

ONG explica campanha feminista com Cruzeiro, que vira destaque internacional

Ação é tida como a primeira de uma sequência de etapas de conscientização   João Vítor Marques /Superesportes  ,  Tiago Mattar /Superes...